Gastos do Cartão Corporativo do Estado do Ceará

Gastos do Cartão Corporativo do Estado do Ceará

2017, Dec 09    

Objetivo

Auxiliar na aprendizagem da técnica de raspagem de dados utilizando Python.

O Alvo

Portal da Transparência do Governo do Estado do Ceará. URL: http://transparencia.ce.gov.br/content/planejamento-e-execucao-orcamentaria/despesas/cartao-corporativo

O Desafio

Recuperar dados do Portal da Transparência do Governo do Estado do Ceará sobre gastos do cartão corporativo de responsabilidade do Chefe do Poder Executivo, no período de 2015 a 2017. Calcular a média de gastos e desvio padrão anual e plotar os gastos do cartão corporativo.

O Algoritmo

O algoritmo inicia com a captura da url que possui as três tabelas anuais dos gastos com o cartão corporativo. Onde, primeiramente, são capturados os cabeçalhos de cada tabela. Logo em seguida, os valores de cada mês são tratados.

Cálculos de média e desvio padrão são realizados utilizando a biblioteca numpy e os gráficos são gerados com o pyplot e o seaborn.

Resultado

É possível gerar as médias e os desvios padrão para os gastos anuais com o cartão corporativo para cada ano (2015, 2016 e 2017).


    Gastos com Cartão Corporativo 2017
    Média dos gastos: R$ 2674.05
    Desvio padrão: R$ 1878.01
    None
    Gastos com Cartão Corporativo 2016
    Média dos gastos: R$ 1016.25
    Desvio padrão: R$ 979.13
    None
    Gastos com Cartão Corporativo 2015
    Média dos gastos: R$ 786.42
    Desvio padrão: R$ 598.68
    None

É possível, também, gerar os gráficos para cada ano em Valor (R$) x Mês. Abaixo são apresentados 3 gráficos, onde: a) corresponde ao ano de 2017; b) corresponde ao ano de 2016; c) corresponde ao ano de 2015.

a) Gastos 2017

b) Gastos 2016

c) Gastos 2015

Considerações

A intenção deste pequeno projeto foi somente a de praticar raspagem de dados utilizando Python. Com isso em mente, melhorias serão aplicadas à ele no decorrer do tempo. Essas melhorias estão descritas em: https://github.com/edsonlead/data_scraping/tree/master/003.

Seria interessante se fosse disponibilizado com o que foi utilizado o cartão corporativo do Estado. Porém, “Nessa página são disponibilizados os gastos com cartão corporativo que está sob responsabilidade do Chefe do Poder Executivo, cujas informações são disponibilizadas com valores sintéticos a fim de não comprometer a segurança almejada, conforme art. 22º, VII, da Lei 15.175/2012”. Dessa forma, não há como apresentar aqui os motivos do aumento do gasto em comparação com os anos de 2015, 2016 e 2017.